Abandono animal leva veterinários a pedirem mais ações dos municípios junto dos açorianos

Abandono animal leva veterinários a pedirem mais ações dos municípios junto dos açorianos

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   7 de Fev de 2018, 16:26

A presidente do Conselho Regional dos Açores da Ordem dos Médicos Veterinários alertou esta quarta-feira para a necessidade de os municípios açorianos desenvolverem mais ações de sensibilização junto da população no que respeita ao abandono animal e campanhas de esterilização.

 

Laura Sousa deixou o alerta quando se reuniu com a presidente da Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores (AMRAA), na sede da instituição, em Ponta Delgada.

Segundo a nota de imprensa da AMRAA, na conversa que teve com Cristina Calisto, a representante da Ordem dos Médicos Veterinários pôde debater as competências das autarquias dos Açores, no âmbito do desempenho de funções por parte da classe profissional veterinária.

Assim, e para além da "necessidade imperiosa da sensibilização da população no que concerne ao abandono animal e às campanhas de esterilização", a Ordem identificou outras matérias relevantes,como "o conteúdo funcional da figura do Médico Veterinário Municipal e a sua essencial atividade no âmbito local", bem como a matéria dos Centro de Recolha Oficiais de Animais", pode ler-se na nota.

Cristina Calisto, prossegue a  mesma nota de imprensa, "explanou que os municípios dos Açores estão a fazer um grande esforço no cumprimento da legalidade e afirmou que todos os autarcas estão comprometidos no garante de soluções que possam ser sustentáveis e que possa suprir os desafios futuros".

A Presidente da AMRAA identificou, contudo, "a necessidade de adensar a cooperação intermunicipal não só nas matérias debatidas, mas em vários outros campos, como solução mais sustentável".

Da reunião ficou em aberto a possibilidade de ser estudada a apresentação de uma iniciativa legislativa regional que harmonize a legislação nacional e europeia com a realidade efetiva da Região Autónoma dos Açores e com as suas especificidades, como já se havia verificado na Madeira.





Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.