Câmara da Ribeira Grande aprova orçamento de 21 ME para 2016

Câmara da Ribeira Grande aprova orçamento de 21 ME para 2016

 

Lusa/AO Online   Regional   29 de Out de 2015, 12:28

A Câmara da Ribeira Grande aprovou, com votos favoráveis do PSD e abstenção do PS, o orçamento municipal para 2016, no valor de 21 milhões de euros, um crescimento de 13% em relação a 2015.

 

De acordo com uma nota de imprensa da autarquia, o documento “mantém e reforça” a aposta em projetos geradores de emprego e potenciadores do desenvolvimento da economia local.

A câmara refere que o orçamento para 2016 “quase que triplica” o investimento em obras de saneamento básico nas freguesias do concelho, que passa de 700 mil euros para 1,8 milhões de euros, sendo esta a rúbrica que mais cresce ao nível do investimento.

O executivo camarário pretende adjudicar as obras nesta área a empresas de construção civil local, sempre que possível, procurando-se, desta forma, “continuar a dinamizar o tecido empresarial no setor e incentivar à contratação de mão-de-obra local”.

As despesas de capital da Câmara Municipal da Ribeira Grande, presidida pelo social-democrata Alexandre Gaudêncio, vão atingir, no próximo ano, 9,9 milhões de euros, o que revela um aumento de 16% em comparação com este ano.

Desde montante, 7,79 milhões de euros referem-se à aquisição de bens e serviços, o que revela um aumento de 26% relativamente a 2015, prevendo a autarquia iniciar “algumas grandes obras”, no primeiro trimestre de 2016, como a requalificação da frente mar na zona do Monte Verde e construção da ponte que ligará as duas margens da ribeira que atravessa a cidade.

Também no início de 2016, e ainda de acordo com nota de imprensa da autarquia, será iniciada a requalificação do largo padre António Vieira - igualmente conhecido como largo do Coreto, em Rabo de Peixe - obra que vai oferecer “maior dignidade a uma zona de grande afluência de pessoas no coração da vila piscatória”.

O executivo camarário da Ribeira Grande pretende ainda requalificar o mercado municipal e transformar alguns espaços abandonados em zonas verdes e parques urbanos, concretamente nas freguesias de Santa Bárbara e Ribeirinha.

O orçamento camarário para 2016 contempla um aumento de 20% nas funções sociais e 36% nas funções económicas, estando previsto realizar diversas melhorias nas rodovias municipais.

A câmara municipal também quer dotar algumas freguesias do concelho de equipamentos multiusos que vão permitir a prática desportiva e a realização de eventos socioculturais, indo-se assim “ao encontro das pretensões apresentadas pelos jovens”.

Ainda de acordo com a nota de imprensa, a autarquia reforçou em 90 mil euros o apoio ao ensino não superior, visando a realização de obras de manutenção em escolas do primeiro ciclo e o desenvolvimento de projetos educativos como parceira do projeto ProSucesso.

O montante a atribuir às bolsas de estudos a alunos do concelho que ingressem no ensino superior triplica de 5 para 15 mil euros, sendo ainda pretensão do executivo retomar o prémio literário Gaspar Frutuoso.

A autarquia vai ainda disponibilizar 400 mil euros para eventos de promoção turística, estando previsto, à semelhança de 2015, uma “forte presença de turistas na cidade e no concelho, contribuindo para o crescimento da economia local e proporcionando melhores condições de emprego”.

Pela primeira vez na vida da Câmara Municipal da Ribeira Grande será atribuída a verba de 210 mil euros para o Orçamento Participativo, cuja votação terá início em novembro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.