Air Gemini quer lançar rotas internacionais

Air Gemini quer lançar rotas internacionais

 

Lusa / AO online   Economia   14 de Set de 2007, 12:17

A Air Gemini pediu autorização às autoridades de Angola para lançar rotas internacionais, revelou o presidente da transportadora aérea angolana, controlada pela ESCOM, grupo Espírito Santo.
Em entrevista ao jornal de Angola, Miguel Pinto Mascarenhas adiantou que a transportadora, a maior privada no país e que apenas efectua voos domésticos, está actualmente à espera da resposta das autoridades angolanas, mas já a "adaptar-se para os próximos desafios".

"Hoje já é possível um passageiro adquirir um bilhete da Air Gemini em muitos lugares do mundo, pois a companhia efectuou um acordo com uma grande parte dos operadores turísticos para comercialização dos nossos bilhetes internacionalmente", afirmou.

Os novos voos internacionais, adiantou, vão permitir aumentar a rentabilidade da frota, numa altura em que a Air Gemini está no mercado à procura de novos aparelhos.

Entre 2004 e 2006, referiu o mesmo responsável, a transportadora aumentou em 80 por cento a sua facturação.

No ano passado transportou 230 mil passageiros e alcançou os seus primeiros resultados positivos, adiantou Pinto Mascarenhas.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.