Ambiente

5400 toneladas de pneus usados removidos do arquipélago

5400 toneladas de pneus usados removidos do arquipélago

 

Ana Carvalho Melo / GACS   Regional   20 de Jan de 2010, 10:27

A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar anunciou esta quarta-feira que desde Junho de 2007 já foram removidos um total de 5400 toneladas de pneus usados em todo o arquipélago, que foram fragmentados, contentorizados e encaminhados para valorização em Portugal Continental.
Esta acção permitiu a remoção de 3061 toneladas de pneus usados de São Miguel, 182 toneladas de Santa Maria, 1704 da Terceira, 24 toneladas de São Jorge e, para finalizar, 420 toneladas do Pico, informa nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo Regional.

 Foi nesta sequência que o director regional do Ambiente, Frederico Cardigos, se deslocou ontem à ilha do Pico para, em conjunto com as entidades locais envolvidas na sensibilização da população e remoção do passivo, assistir ao fechar dos últimos contentores.

“Apesar de ter havido no passado deficiências na gestão dos resíduos no arquipélago dos Açores, estamos perante o momento em que podemos acabar com décadas de passivo ambiental”, afirmou o director regional do Ambiente, Frederico Cardigos, na ilha do Pico onde , em conjunto com as entidades locais envolvidas na sensibilização da população e remoção do passivo, assistiu ao fecho dos últimos contentores.

Frederico Cardigos afirmou ainda que “exportámos todos os resíduos metálicos abandonados e identificados em Santa Maria e nas Ilhas da Biosfera: Corvo, Graciosa e Flores e, neste momento, já estamos a exportar regularmente para valorização o activo de resíduos em taxas superiores a 10 mil toneladas por ano, valor impensável até há pouco tempo. Ou seja, chegamos a este momento com a real possibilidade de ter as ilhas limpas de passivo ambiental de resíduos não controlados.”

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.