Tailândia

5000 tailandeses desafiam ultimato das autoridades


 

Lusa / AO online   Internacional   17 de Mai de 2010, 12:03

Cerca de 5000 manifestantes permaneciam esta segunda-feira barricados no acampamento dos "camisas vermelhas" no centro de Banguecoque depois das 15:00 (09:00 em Lisboa), a hora limite para dispersar fixada pelas autoridades tailandesas, disse a polícia.
"Há cerca de 5000 manifestantes em Ratchaprasong", onde a situação estava calma, declarou o porta-voz da polícia, Prawut Thavornsiri, que precisou que "400 pessoas idosas e crianças tinham encontrado refúgio" num templo budista localizado no interior da zona, ocupada desde o início de Abril pelos "camisas vermelhas".

O ministro-adjunto do primeiro-ministro tailandês, tinha anunciado a meio do dia que o exército ira proceder "logo que possível" à dispersão pela força dos manifestantes ainda presentes no centro de Banguecoque.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.