Presidência Portuguesa da União Europeia

Amado em Israel e Palestina para mostar o empenho dos 27 no processo de paz do Médio Oriente

Amado em Israel e Palestina para mostar o empenho dos 27 no processo de paz do Médio Oriente

 

Lusa / AO   Internacional   3 de Set de 2007, 18:50

O presidente do Conselho de Ministros da União Europeia, Luís Amado, visita Israel e a Palestina domingo e segunda-feira para mostrar o empenho dos 27 no processo de paz do Médio Oriente.
Em declarações hoje em Bruxelas, o chefe da diplomacia portuguesa manifestou a intenção de levar à região "uma mensagem do empenhamento" da UE no processo de paz do Médio Oriente e da "vontade determinada" de os 27 contribuírem para uma solução rápida do conflito entre israelitas e palestinianos.

Luís Amado deverá reunir-se, em Jerusalém, com o presidente israelita, Shimon Peres, o primeiro-ministro Ehud Olmert e a ministra Tzipi Livni, e, em Ramallah, com o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas.

O ministro português vai à região numa altura em que tanto a UE como os Estados Unidos retomam os esforços para fazer sair do impasse o processo de paz israelo-palestiniano.

Antes de Luís Amado, vão estar na região Javier Solana, alto representante da UE para a política externa e de segurança comum, e Tony Blair, o enviado especial do Quarteto (UE, ONU, EUA e Rússia). A seguir a Amado, vão a Israel e à Palestina a chefe da diplomacia norte-americana, Condoleezza Rice, e o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Bernard Kouchner.

Por outro lado, Luís Amado vai a Jerusalém um dia depois da reunião informal de ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27, sexta-feira e sábado, em Viana do Castelo, onde, apesar de a questão central da agenda ser uma primeira avaliação política e um balanço dos trabalhos de redacção do novo Tratado Europeu, o conflito no Médio Oriente também deverá ser discutido.

Desde o início, a 01 de Julho último, da terceira presidência portuguesa da UE, Luís Amado já visitou outras zonas de conflito que preocupam a diplomacia europeia, como os Balcãs, por causa do futuro estatuto do Kosovo, e o Líbano.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.