Terceira fase da Operação Hermes da GNR contabiliza 4 mortos e 18 feridos graves

Terceira fase da Operação Hermes da GNR contabiliza 4 mortos e 18 feridos graves

 

Lusa/AO Online   Nacional   3 de Ago de 2015, 15:19

Quatro mortos, 18 feridos graves e 226 feridos leves é o balanço dos 656 acidentes registados pela Guarda Nacional Republicana na terceira fase da Operação Hermes, que decorreu entre sexta-feira e domingo, informou a GNR.

 

Naquele período, registaram-se mais 14 acidentes, mais quatro mortos, menos cinco feridos graves e menos 84 feridos leves do que na mesma fase da Operação Hermes de 2014, de acordo com a informação disponível na página da GNR na internet.

Entre sexta-feira e domingo últimos, a GNR deteve 199 condutores, dos quais 140 que apresentavam uma taxa de alcoolemia igual/superior a 1,2 gramas por litro de sangue e 39 por não terem habilitação legal para conduzir.

No total, a GNR registou 4.261 contraordenações. Destas, 1.563 deveram-se a excesso de velocidade, 397 a condução com uma taxa de alcoolemia superior ao permitido por lei e 223 à ausência e/ou incorreta utilização do cinto de segurança ou de sistema de retenção para crianças.

Das restantes contraordenações, 165 deveram-se a falta de inspeção periódica obrigatória de veículos, 168 a uso indevido de telemóvel durante a condução e 59 a falta de seguro de responsabilidade civil.

A Operação Hermes, que decorre de 03 de julho a 30 de agosto, destina-se a garantir deslocações em segurança aos cidadãos que viajam de e para locais de veraneio ou para eventos característicos desta altura do ano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.