278 doentes infetados com legionella infetados com legionella e cinco mortes

278 doentes infetados com legionella infetados com legionella e cinco mortes

 

Lusa/AO online   Nacional   11 de Nov de 2014, 17:06

A Direção-geral da Saúde (DGS) revelou que foram identificados até agora 278 doentes infetados com legionella, mantendo-se as cinco vítimas mortais reportadas na segunda-feira.

 

Em comunicado, a DGS indica que, com ligação ao surto de Vila Franca de Xira, foram reportados 45 novos casos desde segunda-feira.

“Os inquéritos epidemiológicos continuam a decorrer, mas toda a evidência sugere que o surto está circunscrito às freguesias de Póvoa de Santa Iria, Forte da Casa e Vialonga, em Vila Franca de Xira, zonas às quais se ligam todos os casos identificados. Não há indícios de extensão do risco de doença para lá da zona já delimitada”, indica a nota da autoridade de saúde.

As investigações para determinar a fonte de contaminação continuam a decorrer “em estreita colaboração entre os ministérios da Saúde e do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia”, com a participação de outros organismos, como o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Sobre os casos reportados no estrangeiro, o comunicado refere que “tudo indica” que estejam ligados a este surto.

Hoje, o diretor-geral da Saúde, Francisco George, confirmou à agência Lusa a existência de um caso em Luanda (Angola) e outro em Lima (Perú), ambos em pessoas que estiveram no concelho de Vila Franca de Xira.

A DGS reforça que não há risco de transmissão da bactéria entre pessoas.

A legionella, que provoca pneumonias graves e pode ser mortal, foi detetada na sexta-feira, no concelho de Vila Franca de Xira, tendo provocado até agora a morte de cinco pessoas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.