Questão de Mugabe

Cavaco Silva pede "imaginação"

Cavaco Silva pede "imaginação"

 

Lusa / AO   Nacional   4 de Set de 2007, 16:21

O Presidente da República, Cavaco Silva, pediu hoje "imaginação" para ultrapassar quaisquer dificuldades à realização da segunda Cimeira UE-África, em Dezembro, em Lisboa, uma prioridade da presidência portuguesa do bloco europeu dos 27.
"Espero que haja imaginação suficiente para ultrapassar dificuldades", disse Cavaco Silva, em Estrasburgo, França, lembrando que, numa cimeira com a ASEAN, a Birmânia se fez representar pelo ministro dos Negócios Estrangeiros em vez de pelo Chefe de Estado, contornando-se assim o boicote internacional ao país.

Na conferência de imprensa após a sua intervenção na sessão plenária do Parlamento Europeu, o presidente português salientou que a cimeira é "entre dois continentes" e não "entre a União Europeia e um país africano".

"Problemas com convites serão analisados pelos dois lados", a UE e a União Africana, considerou.

Violações dos direitos humanos no Zimbabué têm constituído um obstáculo intransponível à realização de encontros entre os dois continentes, com a Europa a boicotar a participação de Robert Mugabe, enquanto África insiste na legitimidade do velho líder zimbabueano para integrar delegações do continente.

A Europa impôs sanções selectivas ao regime de Mugabe, que impedem na prática que o Presidente e outros políticos seus apoiantes pisem solo dos Estados-membros da UE, exemplo também seguido pelos Estados Unidos da América.

A II cimeira UE/África está agendada para 08 e 09 de Dezembro, em Lisboa, depois de várias tentativas de agendamento em anos anteriores.

A primeira Cimeira realizou-se em Abril de 2000, no Cairo, durante a anterior presidência portuguesa da UE.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.