18 mortos em atentado que fez ruir o Instituto Médico-Legal de Bagdad


 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Jan de 2010, 11:33

Pelo menos 18 pessoas morreram em Bagdad num atentado suicida que fez ruir o Instituto Médico-Legal da cidade, um dia depois de uma série de ataques contra hotéis frequentados por turistas ocidentais.
Segundo o Ministério do Interior, o automóvel armadilhado conduzido pelo autor do atentado explodiu ao embater contra o Instituto Médico-Legal de Bagdad, situado no bairro central da capital iraquiana.

Cinco polícias e 13 civis que se encontravam no Instituto morreram na explosão, disse a mesma fonte, adiantando que 24 pessoas ficaram feridas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.